Ter um médico de família é ter uma espécie de amigo que visita em horas de aperto. Aquele amigo que é o primeiro a detetar problemas de saúde e o último a sair de cena quando se impõe um tratamento. E mal esteja curado, lá está ele a agendar a próxima consulta!

Desde 2016 que todas as crianças nascidas em Portugal tem automaticamente um médico de família de acordo uma medida do projeto “Nascer Cidadão”. Ele inscreve os bebés no Registo Nacional de Utente de modo a que passem a contar de forma imediata, com um número de utente e respetivo médico de família (normalmente o mesmo médico da mãe, sendo que caso os pais do bebé não tenham médico de família, o hospital onde nasceu a criança comunica o nascimento da mesma ao coordenador do centro de saúde mais próximo da sua residência).

Contudo, a medida é recente e por isso ainda há muitos portugueses – cerca de 700 mil – sem médico de família, sendo esta situação mais marcante na região de Lisboa e Vale do Tejo. Não fique de fora! Continue a ler este artigo e saiba como ter um médico de família!

Entretanto sugerimos também a leitura do nosso artigo sobre exames a fazer regularmente para check-up médico.

Qual é a importância do médico de família?

O nome diz tudo! Um médico de família é importante porque conhece o historial clínico das famílias que assiste, criando assim uma relação de confiança e proximidade com os utentes. Além disso – ou por isso mesmo – é aquele que ao logo dos anos deteta eventuais problemas de saúde e, claro, ajuda no seu tratamento e/ou prevenção, chegando mesmo a preocupar-se mais com os seus pacientes do que outros médicos que possam ser consultados esporadicamente, devido ao fator proximidade.

Para mais, um médico de família compromete-se com utentes e não com uma especialidade médica, conjunto de técnicas específicas ou grupo de doenças. Ou seja, está disponível para ajudar a identificar e resolver qualquer problema de saúde em qualquer pessoa, sem se limitar a um problema definido. E este compromisso não tem prazo de validade porque um médico de família não cessa as suas funções com a cura da doença ou o fim do tratamento. Daí a importância de ter um médico de família.

Como ter um médico de família?

Em primeiro lugar, para ter o seu médico de família deve estar inscrito no centro de saúde da sua área de residência. Se ainda não fez a sua inscrição, basta dirigir-se à unidade mais próxima, levar consigo os seus documentos de identificação e comprovativo de residência e passar a usufruir dos serviços.

Se está inscrito, só precisa de escolher aquele que quer que seja o seu médico de família, de entre os profissionais que trabalham nesse centro de saúde e têm disponibilidade para seguir mais utentes ou então, pedir que lhe atribuam um.

Como mudar de médico de família?

Já tem um médico de família, mas quer mudar? Pode fazê-lo endereçando um pedido por escrito, devidamente justificado, ao diretor ou coordenador do centro de saúde em causa.

Como incluir toda a família no mesmo médico?

Para que todos tenham o mesmo médico de família é importante que estejam inscritos no mesmo centro de saúde, claro, e solicitem que lhes seja atribuída a mesma pessoa. Porém, isso nem sempre é possível porque o médico em causa pode não ter disponibilidade para atender mais pessoas, por exemplo.

E agora que sabe o que fazer para ter um médico de família, clique aqui e perceba também o que é e para que serve um centro de saúde!

Responder

  1. W.Schmidt

    Já estou espera mais de 2 anos para ter uma Medico de família e não há data. Há apenas 10.000 pessoas na minha frente. Parabéns pelo bom sistema

    1. Maria Rosa

      Isso tudo É mentira mesmo que você tenha o número do utente provisório você não pode ser atendida de graça você tem que pagar 35 € enquanto não tiver cartão cidadão título residência você não pode adoecer aqui nesse país tudo que está escrito aí é mentira

    2. Alexandre Francisco

      Só 2 anos? eu 5 anos que estou a espera, obrigado Portugal!

    3. António Rodrigues

      infelizmente não é assim. Hoje desloquei-me ao centro de saúde da minha residência para me inscrever e não o pude fazer com o argumento de que não médicos. Recentemente fui operado ao intestino do qual me foi retirado, parte e teve que ser operado no privado visto que no publico ia ficar meses à espera quando era urgente fazer a cirurgia. Depois de operado foi-me aconselhado quimioterapia que ei não queria fazer no privado. Ao não conseguir a inscrição no centro de saúde da minha área de residência fiquei impedido de programar a quimioterapia num hospital público. Tentei a inscrição noutros centros de saúde da zona é de todos eles fui corrido com o mesmo argumento de falta de médicos. Em conclusão estou a ser empurrado de novo para o privado para fazer a quimioterapia com os custos que imaginam, já que a cirurgia me levou 3000 euro, mas se assim não fosse estaria de de certo morto!

  2. Miguel

    “E agora que sabe o que fazer para ter um médico de família…”

    gostava de saber se quem escreveu este artigo acha que realmente ajudou alguém ou se vive numa realidade alternativa. isto só para rir…

    1. Sandra

      Bom dia. Desculpem mas isso é verdade em qual morada. Médico de família é um ser invisível. Nosso é Deus. Espero desde quando morei 4anos aqui 2007.

  3. Susana

    Enfim…foi preciso agendar uma vacina por e-mail ao meu filho, já que a administrativa estava com má vontade, para me ser comunicado que o meu filho já tem médico de família num outro centro de saúde. Poderíamos ficar todos na ignorância se eu não tivesse enviado um e-mail ao centro de saúde de Mem-Martins.

  4. Ana Silva

    Já tive médico de família e tiraram-me, parece que deixei de existir enquanto cidadã que paga os seus impostos. Após este acto do nosso SNS voltei a inscrever-me há mais de 2 anos e nada de ter Medico de família, com a agravante de que tenho um historial clínico bastante complicado com 2 cirurgias já realizadas a miomas no útero com carácter de urgência e deveria ser acompanhada regularmente.
    Vou ao centro de saúde pedir uma consulta e dizem-me que tem de ser uma consulta de recurso ….quando “calhar”, entretanto se tiver desenvolvido outro mioma cancerígeno e morrer….também não é grave é menos um a quem se paga reforma ( daqui a uns anos porque só tenho 42). É o que temos….

  5. GLORIA TORRES

    BOM DIA.

    ESTOU A 18 ANOS A ESPERA DE MEDICO DE FAMILIA, LOGO ME DIZEM POR ACASO QUE NAO PERTENEÇO AO CENTRO DE SUADE DE MINHA FREGUESIA, TENHO QUE DESLOCAR-ME A OUTRA FREGUESIA. ESTA SITUAÇAO SEM NOTIFICAR E SEM TER DIREITO A REPLICA. PAGO IMPOSTOS E SEGURANÇA SOCIAL.

  6. Paulo Jorge Carneiro Mendes

    Ando há um ano a marcar consultas, que vão sendo desmarcadas. A ultima foi adiada a 3 de Dezembro de 2018, reagendei para hoje (08-05-2019) que era a vaga mais próxima. Hoje dia da consulta, ligam-me a adiar pois a médica está doente…….Estou com azar, a médica de familia também é a chefe do centro de saúde e se eu quiser mudar de médico tem de ser ela a aprovar…..Alguém pode-me dizer o que fazer?

  7. Agostinho Poço

    “Se ainda não fez a sua inscrição, basta dirigir-se à unidade mais próxima, levar consigo os seus documentos de identificação e comprovativo de residência e passar a usufruir dos serviços.” NÃO, NÃO É VERDADE!!! Mudei de residência para outro concelho e há 3 anos que me recusam a inscrição na Unidade de Saúde Familiar que serve a área onde resido actualmente – Monte da Caparica. Sofri um Enfarte Agudo do Miocárdio, preciso de receituário crónico e não sei o que hei-de fazer à vida. Eu nem preciso de médico de família, apenas de alguém que passe as receitas. Por mim, até pode ser a senhora da limpeza!!!

  8. Fernando Fonseca Neves

    Tenho passor na ária do cidadão só que não consigo entrar!

  9. Fernando Fonseca Neves

    Estou registado na ária do cidadão só que não consigo entrar

  10. André Santos

    Como contornar a situação de ser rejeitado pelo centro de saúde por “o doutor não poder ter mais doentes”? Qual a alternativa?

    Esta situação é incomportável e inaceitável. Tenho a minha mulher grávida.

    Agradeço resposta urgente.
    Cumps,

  11. Raquel Morais

    E para quem não tem centro de saúde só porque a médica de família se reformou sem avisar e ainda somos “expulsos” do centro de saúde só por causa da morada? E o meu filho de 3 anos? Que supostamente não pode estar inscrito no centro de saúde sem a mãe, enquanto a mãe tem a família toda inscrita no mesmo? Se tem lá avós e tias porque dizem que ele “está sozinho” no centro de saúde? Não consigo compreender! E arranjar um médico fora de centro de saúde? Não há? Paga se mas ou menos o serviço fica feito. Hoje em dia parece que os médicos desapareceram!

  12. Sandra ferreira

    Em janeiro de 2019 foi me diagnosticado cancro da mama,desde abril desse mesmo ano comecei a ir mensalmente ao centro de saude pedir abaixa,ja passou 1 ano e não me atribuiram médico o que tenho é de recurso ,e para meu azar agora com o covid 19 o medico rescindiu o contrato ,e agora nem de medico de recurso tenho ,nem a consulta que supostamente estava programada,dizem para quando chegar a altura de renovar a baixa para telefonar ,para ver quem me vai passar a baixa,isto é o cúmulo e sou eu doente oncologica em tratamentos ….como tenho poucas coisas com que me preocupar é mais uma para me tirar o sono

  13. Marcos Teixeira

    Meu registo é de todos da minha família simplesmente evaporou no Centro de saúde Olival nem médico de família atribuem a minha filha que tem 4 patologias. Já reclamei e sou atendido com hostilidade. Até quando isto vai ser assim?

  14. Luís Mendes

    Tou a 2 anos de não ir ou medico de família e estes 2 anos taho médico de família ou não

  15. Gisela Henriques

    Bom dia
    Agora que estamos em tempos de pandemia, como é que faço para me inscrever a mim e à minha filha no centro de saúde da alameda. Já fui ao centro na minha area de residencia onde me disseram que já não aceitam mais pessoas (? mesmo eu morando ali há um ano) e tinha de me dirigir ao centro de saúde da alameda. Há alguma forma de me inscrever online sem ter de me deslocar fisicamente até ao centro de saúde?
    obrigada

  16. Paulo Oliveira

    Tenho residência na Costa da Caparica e em Lisboa. Posso escolher o meu Centro de Saúde entre as duas residências ?

  17. Luis Monteiro

    Desde que o meu médico de família se reformou que nunca mais tive direito a outro.

    Ja passaram 10 anos e continuo sem médico de família…

    Por varias vezes já questionei o centro de saúde da quinta da lomba e ninguém sabe dar uma resposta pelo menos positiva.

    E triste é vergonhoso ser cidadão português e com todos os seus impostos abusivos pagos e não ter direito a um médico de família.

    Estou a 2 semanas a tentar marcar uma consulta com urgência para me ser possível realizar exames a coluna e ninguem me garante o atendimento com nenhum médico.

    Tenho que ir todos os dias para o centro de saúde na expetativa de haver uma vaga que simplesmente não existe.

    Ja não sei o que fazer neste país onde a corrupção nos tira todos os direitos que automaticamente deveriam ser garantidos pelo SNS

  18. Manuela fernandes

    Tenho um posto médico perto de casa mas que está fechado desde o início da pandemia. O mais perto fica a 12kms e sem transportes públicos. Não tenho transporte próprio portanto nem que esteja doente não tenho onde ir. Porque não reabrem o posto aqui perto?

  19. Sandra

    Parabéns Portugal pela vergonha, publicam artigo tudo bonitinho, o que não condiz com a verdade, coitado de nós que não temos recursos para recorrer ao privado. Desculpem a expressão mas isso é um monte de merda, parem de iludir o povo com esse artigo que parece que num passo de mágica tudo fica resolvido. Não há respeito para com os doentes os mais necessitados, é pois, a culpa é nossa que nascemos pobres, só pode ser!
    Depois nas medias vão fazer boa figura! Sinceramente…

  20. Sara Filipa Valente

    Estou inscrita no centro de saúde da minha área de residência há 10 anos e ainda não tenho médico de família. Da última vez que estive no centro de saúde, dia 14/09/2020 (Alcântara, Alto de Santo Amaro) disseram que havia uma lista de espera de 7000 pessoas!!!
    Porque é que essa lista e os critérios não são públicos? Porque é que nem sequer sou capaz de saber qual a minha posição na lista?

  21. MARCO SILVA

    Uma vergonha! Se não temos médico de família não devíamos descontar para esta pouca vergonha que chamam SNS.

  22. Vasyl Andriyko

    Não ter a médica de saúde ou ter uma igual a minha é praticamente a mesma coisa…. Infelizmente…. Parece que muitos médicos esqueceram muito rápido do juramento de Hipócrates. Só pensam neles próprios.

  23. Luan

    Minha esposa esta grávida a 3 messes já fomos 5 vezez no hospital, ligamos e nem atender não atenderam. Acho absurdo. Nem o primeiro exame foi feito, e um desaforo com agente. Eles passam pessoas conhecidas na frente. Moro em albufeira e estou preocupado. Assima de tudo com essa pandemia achava que seria mais simples. Temos residência número do Utente e mesmo assim não temos resposta de um acompanhamento. Vou procurar meus direitos

    Luan Pereira

  24. Carlos

    Quem não tem médico de família (mf) tem uma ideia um pouco errada do que é, deseja uma coisa que não existe.

    O artigo diz que o mf é um amigo que sabe o historial clínico da família, etc.etc.. Não! Está lá o computador com a informação toda e qualquer médico tem acesso ao historial clínico da família.
    Não se trata de ser amigo, o mf é um profissional e nós esperamos que execute o seu trabalho com competência e por norma condicionados com consultas de 10-15 minutos, porque são muitos utentes para ver..

  25. Miguel

    Bem… Morei cerca de 40 anos na Rinchoa e desde que há médico de família que sempre tive. Mudei há 10 anos para a Charneca e tive logo médico de família,. Nasceu o meu filhote e automaticamente ficou no nosso médico de família. Não sou mais que ninguém. Pago impostos e ss como todos mas a realidade é que não tenho razão de queixa. É mesmo agora preciso da médica e por mail e depois por telefone consigo sempre falar com a “amiga” médica de família.

  26. Tatiana Carvalho

    Concordo com todos os comentários anteriores. Ja 14 anos não posso me arranjar o médico de família. O único comentário positivo do Sr. Miguel, pode ser considerado como uma rara excepção e não uma tendência no sistema médico português.

    É muito significativo que nenhum comentário sobre o artigo tenha sido respondido dentro de 2 anos a partir da data de publicação. A autora Sofia Santos e os editores do portal são completamente indiferentes ao tipo de ressonância que o artigo causou.
    Portanto, é melhor atribuir essa história à categoria dos contos de fadas infantis sobre belos príncipes e princesas.

  27. maria da conceicão mascarenhas alves mimoso da fonseca

    não tenho médico de família atribuído

  28. Eu

    A mim já me dava jeito que atendessem o telefone só para saber quando devo inscrever o meu sogro, que não tem medico de familia, e deverá tomar a vacina contra o Covid na 2º fase…
    Abençoado o Sr que inventou o telefone…tristeza!

  29. Isabel Diaz GONCALVES

    O meu Pai tem 90 anos e não tem médico de família. Vai ser vacinado nesta semana. Como devemos proceder?

  30. Luís Fernando Torres de Castro

    EXmos Srs.
    Estou inscrito no Centro de Saúde da Parede com o nº do SNS 163055391 desde 11-06-2010, nunca me foi comunicado que tinha médico de família, embora tivesse feito esse pedido.
    Como tenho alguns problemas respiratórios , fui tratado no Centro de Pneumologia do Estoril pelo Dr. Manaças e mais tarde no Hospital Pulido Valente pelo Dr. Coceira por causa de uma bactéria resistente e atípica.
    Acontece que tenho 82 anos e gostaria de saber o que é necessário fazer para ser vacinado e se sou prioritário visto ter estes antecedentes.
    Atenciosamente,
    Luís Fernando Torres de Castro

  31. Graça Maria Piedade Silva Diogo

    Boa tarde

    Venho comunicar que sempre tive médico de familia
    Agora fiz consulta na aplicação dos centros de saude e não tenho médico de familia.
    Porque me tiraram o medico de familia?
    quando me atribuirem médica de familia gostava que fosse uma mulher.

    Outra questão: como eu não tenho médica de familia eu vou ser contatada por mensagem para levar a vacina da Covid-19?
    eu não atendo numeros que não conheço. enviem me mensagem sff.

  32. Graça Maria Piedade Silva Diogo

    Boa tarde

    Venho comunicar que sempre tive médico de familia
    Agora fiz consulta na aplicação dos centros de saude e não tenho médico de familia.
    Porque me tiraram o medico de familia?
    quando me atribuirem médica de familia gostava que fosse uma mulher.

    Outra questão: como eu não tenho médica de familia eu vou ser contatada por mensagem para levar a vacina da Covid-19?
    eu não atendo numeros que não conheço. enviem me mensagem sff.

  33. Maria do Rosário Marques Pedro Tavares da Silva

    Estava inscrita no Centro de Saúde da Pontinha, como a médica saiu, avisaram o meu marido que teríamos de arranjar médico de família no Centro de Saúde de Famões, por ser a área onde pertencemos. Mas não temos médico ali. O meu marido teve necessidade de uma consulta de urgência, após o protesto do meu marido foi atendido por um médico que devia estar de serviço.
    Agora eu pergunto? Qual é o meu Centro de Saúde? Penso que não é nenhum.
    Como sabem o meu estorial de saúde? Nem o Centro de Saúde da Pontinha está atualizado com os problemas de saúde. Tenho problemas de coração e hipertensão. Nesse caso devia ser utente de risco para as vacinas.
    Agradeço que me informem se souberem qual o meu Centro de Saúde. Se puder escolher quero continuar na Pontinha. Obrigada

  34. Paulo Leite

    Gostava de saber quem foi o lírico que escreveu este artigo ao invés de publicar os números de milhares de portugueses que lhes foi retirado o médico de família sem razão alguma ????

  35. Alessandra da Silva Souza de Carvalho

    Estávamos imigrados na Suíça e regressamos a Portugal ano passado. Os centros de saúde próximos a nossa casa recusam a nossa inscrição (estamos em Guardizela, Guimarães e os centro de Sezerdelo deveria nos atender; já fomos a Moreira dos Cónegos que também recusou fazer a nossa inscrição). Fiquei doente e fui ao hospital e precisava ser acompanhada pelo médico de família. Fui ao posto médico de Sezerdelo pedir uma consulta, apenas para a médica de plantão dizer que eu não sou utente de lá e que devo procurar médico nem que seja em Lisboa . Diz que o centro de saúde perto de casa não tem que receber novos utentes, que eu que ande a procurar por aí a fora um que nos queira receber, que vá para Famalicão, Fafe, Porto. E que quando estivermos a passar mal, para irmos para o hospital.
    Se ao menos houvesse um sistema para saber onde há vagas e de controle das pessoas sem médico de família – com pressão para que os centros recebessem. Assim vivemos num jogo de empurra-empurra em que nenhum centro aceita receber novos utentes e vamos ficar sem médico para fazer consultas de rotina. A minha filha é pequena e não tem direito a consultas de pediatria, fomos pedir para ver se alguém pelo menos controla as vacinas… Este sistema é mesmo uma grande piada.

  36. José dias Afonso

    Cá vou eu nos meus 75 anos de idade e nunca tive médico de Família dá impressão que vivo noutro planeta, para o SNS não existo embora esteja lá inscrito

  37. Ana Cristina Baptista

    Após inúmeras tentativas e diversas patologias graves nomeadamente Tromboembolismo Pulmonar Crónico com insuficiência respiratória espero à 4 anos por um médico de família. Não posso levar a vacina do Covid-19 porque tenho TPC e não TPOC que é outra doença de insuficiência respiratória que está englobado nas patologias prioritárias. Tenho sido acompanhada na Consulped, os médicos ficam estupefatos com o fator de ainda não ter sido chamada para vacinação e também não me ter sido atribuído médico de família. Tenho duas filhas, e tenho de as levar à escola, agora ambas com casos, cada uma em sua escola,a mais velha 1 caso, e a mais nova 2 casos positivos Covid-19 na turma, desespero pois mesmo com todos os cuidados e deixei completamente de sair de casa e nem através de email e telefone muito menos dão resposta ao meu pedido de médico de família.

  38. Mary Daniela Vieria dos Santos

    Estou inscrita há mais de um ano, no Centro de Saúde do Montijo, onde resido, e até o momento dizem que não há medico de saude, posso me inscrever em outro centro de saúde? Queria muito ter uma médico de familia, principalmente por causa dos miudos, tenho dois um de 7 e o outro de 1 ano. Obrigada

  39. Marina

    Preciso de um medico de saude sou hipertensa preciso ugente

  40. Aline

    O centro de saúde da minha zona, é uma vergonha, as pessoas que lá trabalham tratam as pessoas como animais. Medico de família? É melhor desistir. Acho que deveríamos nós cidadãos que pagamos nossos impostos ser respeitados. A saúde em Portugal é uma vergonha. Para mim os funcionários do centro de saúde da amora, tinham que ser substituídos por outros melhores, para quem realmente precisa trabalhar e acima de tudo saibam respeitar as pessoas.

  41. Rui Pedro Alves

    Acho incrível ler aqui que tenho de me inscrever e escolher um médico.
    O meu médico de família reformou-se em 2001 e fiquei á espera de substituto.
    Entretanto disseram que já não pertencia a Oeiras e fiz um pedido em Barcarena e fiquei á espera.
    Em 2014 divorciei-me e fui morar para São Marcos, Cacém e fiz novo pedido.
    Em 2020 comprei casa em Mafra e fiz novamente o pedido.
    Quer dizer que o Sns não serve para nada e ando há 20 anos a descontar para bandidos e preguiçoso s, porque quem trabalha e desconta, não tem direito a nada.
    20 anos há espera e hoje precisei de uma consulta em Mafra e a resposta, é que não há médicos e não há marcações.
    Pelos vistos, talvez 20 anos depois de morrer, chega uma carta a dizer que foi atribuído um médico de família.
    Portugal está um nojo

  42. Fábio Brioso

    Muito boa tarde a todos/as.
    Eu já estou há muito muito tempo sem médico de família, porque a minha médica de família reformou-se. Eu fiz aí à uns cinco anos atrás, um bypass gástrico. Eu preciso de fazer análises para ver se está tudo bem comigo. Quem me poderá ajudar, se fazem favor?

  43. Rui Pires

    Ainda hoje me desloquei ao Centro de saúde da Amadora e perguntei ao segurança que estava na porta a controlar as pessoas à entrada, o que fazer para me inscrever para obter médico de família!! Ao qual ele me interrompe e diz, não tem hipótese, pode tentar mas não vai ter médico de família!! E eu disse, mas… e ele tem aqui uma folha que pode preencher e entregar aqui, mas não vai ter médico!
    E está assim a saúde em Portugal! Benvindo ao 3 mundo!

  44. Rui Pires

    Ainda hoje me desloquei ao Centro de saúde da Amadora e perguntei ao segurança que estava na porta a controlar as pessoas à entrada, o que fazer para me inscrever para obter médico de família!! Ao qual ele me interrompe e diz, não tem hipótese, pode tentar mas não vai ter médico de família!! E eu disse, mas… e ele tem aqui uma folha que pode preencher e entregar aqui, mas não vai ter médico!
    E está assim a saúde em Portugal! Acho que esta ajuda deveria ter o título ” Como nunca mais ter médico de família em Portugal”!!
    Bem-vindo ao 3 mundo!

  45. ANTONIO jose DE OLIVEIRA

    nao tenho medico de familia

    cuando vivia em sacavem inha medico de familia
    mais como mude para catujal fique sim medico de familia hoje 15 de dezembre foi a unhos para escrivirme ai e me dicem que tenho que ir a terrazas centro de saude em sacavem

  46. Pedro Teixeira

    Eu mudei de freguesia, e não tive nenhuma dificuldade em ter médico de família, isto é claro que tive que me dar ao trabalho de ir ao meu novo centro de saúde e fazer o pedido para ter médico de família.

  47. danielafarias072

    Preciso mudar de centro de saúde com urgência como posso fazer

  48. José Manuel Dias Alves

    Sou utente há muitos anos do Centro de Saúde Algueirão/ Mem Martins.
    Tive sempre médico de família.
    Por a minha médica se ter reformado vejo-me confrontado com um problema sério: não ter médico de família.
    Sou um doente com várias patologias, apneia do sono, diabetes, prostatite crónica, tensão arterial elevada, etc.
    A noite passada tive de recorrer à Unidade Básica para evitar entupir o hospital Fernando da Fonseca, Amadora/Sintra devido a uma crise renal. Fui atendido e foi-me aconselhado solicitar consulta e exames adicionais.
    Tentei marcar consulta através do SNS e como resposta obtive a seguinte informação:
    “O seu médico não tem agenda disponível para este tipo de consulta.
    Se o seu problema é grave ou não pode esperar pelo contacto, por favor contacte directamente a sua unidade de saúde.”
    O mês passado a minha mulher conseguiu consulta com um médico a quem pediu que ficasse o nosso médico de família (somos apenas dois adultos no nosso agregado familiar). Explicou que teria muito gosto, mas essa decisão/pedido tem de vir do Aces de Sintra.
    O que fazer? Terei de morrer para ter um médico de família atribuído? A quem terei de mendigar?
    Como é possível não contemplarem com médico de família doentes como eu com várias patologias. Bastava ser diabético.

  49. Platine Pereira

    Bom dia!

    Favor alguém pode me dizer como posso encontrar o médico da família?