É possível que a mesma família tenha utentes inscritos diferentes médicos de família, mas não é aconselhável.
Com a família toda inscrita no mesmo médico, há uma melhor compreensão dos problemas que afetam toda a família e
será assim mais eficaz o acompanhamento de saúde e e relação médico-doente.